quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Esta coisa dos Desafios


Foi-me proposto pela Missanguita um desafio, composto por:


- Passar o desafio a outras pessoas. Essas pessoas terão de:


- Escrever as regras do desafio

- "Linkar" a pessoa que enviou o desafio

- Contar 6 factos aleatórios sobre a vossa pessoa

- Passar o desafio a 6 blogues

- Ir aos blogues nomeados avisar


Ora, 6 factos aleatórios acerca de mim:


# 1 - Um belo dia, tinha eu 8 ou 9 anos, fomos comemorar o aniversário de alguém, que não me recordo ao certo, à Portugália. Ora, eu ADORAVA bifes da Portugália. Comi um e soube-me a pouco. Pedi aos meus pais autorização para comer o segundo. Após muitos protestos, nomeadamente da minha irmã, os meus Pais decidiram autorizar em jeito de teste. Contam os presentes que os meus olhos todos eles eram brilho. Mal cheguei a casa, o inevitável aconteceu e pronto, tive uma paragem de digestão. Hoje, continuo a adorá-los mas vamos muito raramente. Agora ando mais numa de Lusitana, mas acho que são fases.


# 2 - O meu Primeiro Amor era um rapaz 4 anos mais velho que eu que morava a 300 km de distância. Só nos viamos nas férias ou em raros fins-de-semana em que lá ia com os meus Pais. Para desgosto deles, namorámos uns belos 4 anos. Escreviamo-nos cartas TODOS os dias. Ligavamo-nos uma ou duas vezes por semana. Passávamos horas ao telefone. Um dia acordei e não era nada daquilo que eu queria. Terminei tudo. E ele reagiu da pior maneira. Deixou marcas que penso nunca virem a sarar.


# 3 - Fui 9 vezes operada aos olhos, sempre com recurso a anestesia geral, entre os 3 e os 12 anos. Era amblíope, míope, estrábica, astigmática (hipermetrópica), tinha uma ptose palpebral e, para apaixonar ainda mais os médicos, um síndrome raríssimo, o de Markus Gunn. Uma dessas operações, a última, foi uma cirurgia plástica para disfarçar as cicatrizes. Foi um sucesso.


# 4 - Vou ter 2 filhos com idades muito próximas, ambos de c-section. Talvez adopte mais um. Dois, se me correr bem a vida em termos financeiros. Antes de ter filhos biológicos, vou tentar apurar se o meu síndrome se propaga como mutação e quais as consequências disso.


# 5 - Acredito que a Morte é a força mais devastadora deste mundo, do terreno. Mesmo que se Acredite que as almas têm uma morada junto de quem mais amam. Mesmo que algumas das que nos amam, nunca deixarão de pairar sobre as nossas vidas terrenas para nos proteger e acompanhar. Assisti ao vivo e a cores a 6 mortes trágicas e impiedosas na minha vida. Nem por isso "treinei" o coração para deixar de a temer. Falo claro, da Morte em vida e da Morte em morte. A única Morte que não temo é a minha. Tenho Fé que o dia que Deus decidir levar-me será o dia certo, porque ponho o melhor de mim ao serviço dos outros (excepto rabujar com os meus Queridos Paizinhos). Estou convicta que a minha Memória persistirá.


# 6 - Os meus sobrinhos são o Sol da minha vida. Falo do Caco Ia, do Pisqui-pisqui e também da Perú Gordo. Os 3 fazem de mim uma pessoa melhor. And yet, a pessoa mais importante da minha vida? A minha Irmã.



3 Paradigma(s) do Outro:

April disse...

Desafio aceite IV.

mustapha disse...

Provocaste-me um sorriso espontâneo...

Tenho andado tão "longe", mas aceito o desafio! Em breve teremos o resultado.

A oitava estrela a contar da lua disse...

Desafio aceite!

http://oitavaestrela.blogspot.com/2009/02/desafio-aceite.html